Histórico

A Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) teve sua origem em 1962 com a criação da Faculdade de Farmácia e Odontologia em Campo Grande, a qual foi o embrião do ensino superior público no sul do Estado de Mato Grosso.

UFMS-1970Em 1966, pela lei Estadual nº 2.620, esses cursos passaram a integrar o Instituto de Ciências Biológicas de Campo Grande (ICBCG), sendo reformulada a estrutura anterior, instituídos Departamentos e criado o Curso de Medicina. Os três cursos integrantes deste instituto deram início a estruturação do atual Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS).

No ano de 1967 foram criados novos Institutos Superiores nas cidades de Corumbá e Três Lagoas, ampliando assim a rede pública estadual de ensino superior. A lei Estadual nº 2.947 de 1969 criou a Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT), integrando os Institutos de Campo Grande, Corumbá e Três Lagoas, e os Centros Pedagógicos de Aquidauana e Dourados.

Com a divisão do Estado de Mato Grosso, a UEMT foi federalizada pela lei Federal nº 6.674 de 1979, passando a denominar-se Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Desde a criação do ICBCG até a implantação da UFMS novos cursos foram criados e implantados no CCBS, chegando a ser responsável pela estrutura física e pedagógica de 7 cursos de graduação – Medicina, Enfermagem, Odontologia, Farmácia e Bioquímica, Zootecnia, Veterinária, Ciências Biológicas -, até o ano de 2005.

Logo após, com a criação e implantação das Faculdades de Medicina (FAMED), Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ) e de Odontologia (FAODO), os respectivos cursos saíram da estrutura do CCBS, ficando o Centro responsável por quatro cursos de Graduação e dois Programas de Pós-Graduação strictu sensu – Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação e PPG em Biologia Vegetal -, com dois cursos de Mestrado ( em Botânica e em Ecologia e Conservação) e um Doutorado em Ecologia e Conservação.

Atualmente o CCBS possui sete cursos de graduação presenciais e seis Programas de Pós-Graduação, strictu sensu, além de cursos de especialização ofertados na área de Saúde. Os Cursos de Graduação ofertados pelo CCBS são: Ciências Biológicas – Bacharelado (50 vagas); Ciências Biológicas – Licenciatura (50 vagas); Enfermagem – Bacharelado (50 vagas); Farmácia – Bacharelado (50 vagas); Fisioterapia (50 vagas); Nutrição (40 vagas); Curso Superior em Tecnologia de Alimentos (40 vagas), sendo estes dois últimos, criados em 2010 e implantados em 2011. Já no ano de 2012 foram implantados dois novos cursos de Mestrados: Mestrado Acadêmico em Enfemagem e Mestrado Profissional em Saúde da Família.

O CCBS também dá suporte ao Ensino a Distância (EaD) em um curso de graduação em Ciências Biológicas – Licenciatura.

Entre os Cursos de Pós-Graduação lato sensu destaca-se a recém-criada Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde, com a participação dos docentes dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, agregando também o curso de Odontologia, cuja sede é o Hospital Universitário – COREMU (Propp), sendo compartilhada com o CCBS a Coordenação desta atividade.

Quanto à estrutura organizacional a Direção do CCBS dispõe, para a graduação, de: 01 Coordenação Administrativa, 01 Coordenação Acadêmica, 01 Secretaria Acadêmica e 06 coordenações de cursos de graduação e as coordenações dos cursos de Pós-Graduação.

Com a extinção dos departamentos na UFMS, em 2011, os docentes, as disciplinas das áreas Biológicas e da Saúde e os técnicos administrativos estão lotados no CCBS, subordinados diretamente à direção da Unidade Setorial.

No que se refere aos recursos humanos, o CCBS atualmente conta com 107 técnicos administrativos, 148 docentes efetivos e 14 contratados. Em relação a discentes, o CCBS tem um total de 1.313 alunos.

O Centro de Ciências Biológicas e da Saúde foi a primeira unidade institucional da UFMS, abrigando inicialmente todos os cursos da área de Saúde e Biológicas, e está localizado próximo ao Paliteiro, símbolo da UFMS, e atrás da Biblioteca Central.