Identificação

FORMAÇÃO: Curso Superior em Tecnologia de Alimentos, nível de graduação.
MODALIDADE: Tecnólogo
HABILITAÇÃO/PROFISSÃO: Tecnólogo em Alimentos
MODALIDADE DE ENSINO: Presencial
REGIME DE MATRÍCULA: Semestral
CÂMPUS: Campo Grande
NÚMERO DE VAGAS: 40
PERÍODO: Noturno
DURAÇÃO: Mínimo 6 semestres e máximo 10 semestres
CH MÍNIMA NA UFMS: 2.652 horas
OBJETIVOS DO CURSO:
- Formação embasada na teoria e prática de maneira consistente;
- Estímulo à adoção de uma atuação profissional crítica, humana e emancipadora;
- Foco nos processos de produção e industrialização de alimentos de origem animal
  e vegetal.
ÁREAS OU LOCAIS DE ATUAÇÃO E EXERCÍCIO PROFISSIONAL:
- Laboratórios de alimentos;
- Pequenas, médias e grandes empresas de comércio de alimentos;
- Fábricas de conserva, laticínios, moinhos, indústrias de alimentos;
- Indústrias de aproveitamento de resíduos;
- Instituições de ensino e pesquisa no âmbito de sua área de formação.
- Instituições de inspeção sanitária e empresas de consultoria;
- Outras unidades de alimentação privadas ou públicas.
ATIVIDADES INERENTES À ÁREA DE ALIMENTOS:
- Supervisionar, orientar e controlar a seleção de matéria-prima;
- Supervisionar e acompanhar as fases de industrialização;
- Controlar as qualidades físico-química, microbiológica, 
  microscópica e sensorial dos alimentos;
- Acompanhar e supervisionar a higienização dos equipamentos industriais;
- Coordenar o armazenamento de matéria-prima e de produtos acabados;
- Aplicar a legislação reguladora das atividades e dos produtos;
- Organizar e direcionar departamentos de controle de qualidade;
- Acompanhar projetos de produção e comercialização de produtos alimentícios;
- Pesquisar e desenvolver novos produtos e processos na área específica;
- Racionalizar as operações industriais para maximizar o rendimento e qualidade;
- Identificar problemas e causas e descrevê-los;
- Tomar decisões e formular recomendações para a solução de problemas e causas;
- Desenvolver e aplicar métodos e técnicas de ensino em sua área de atuação;
- Atuar em políticas e programas de educação, 
- Atuar em políticas e programas de segurança e vigilância alimentar e sanitária;
- Atuar em equipes multiprofissionais na área de ciência de alimentos;
- Avaliar, diagnosticar e acompanhar o processo produtivo de alimentos;
- Planejar, gerenciar e avaliar unidades de alimentação;
- Desenvolver atividades de auditoria, assessoria, consultoria na área;
- Atuar em marketing de alimentos;
- Exercer controle de qualidade dos alimentos em sua área de competência;
- Integrar grupos de pesquisa na área de alimentação e nutrição;
- Desenvolver novas fórmulas ou produtos alimentares para consumo humano.